Viagem Buenos Aires

Como toda primeira viagem internacional, a expectativa era grande, ainda mais em julho, um frio que eu adooooro! Sempre percebi que Buenos Aires dividia opiniões ao extremo, alguns odiavam e outros adoravam ao ponto de falarem que era a Europa latina. Eu sou muito do ver para crer, então não liguei nem um pouco para isso, até porque acredito que para dizer que não gosta de algum lugar, você precisa antes conhecer, porque as pessoas têm gostos e interesses diferentes, ainda bem! rs

Fomos, eu e meu digníssimo marido, pro Aeroporto Internacional para o embarque, mas antes aquela paradinha no FreeShop, onde tudo é tentador. Não compramos muito porque ainda íamos fazer ponte em Montevidéu pela Pluna. O tempo no Uruguai estava feio, muita chuva e frio, mas como a ponte foi rápida e era a primeira viagem e tava igual pinto no lixo! rs

viagem-buenos-aires-argentina-malucasepiradas2

Ao chegar no Aeroparque, aeroporto mais perto da cidade, o transfer não tinha ido nos buscar, mas isso não foi problema, consegui um táxi e logo chegamos ao nosso hotel, Ayres Porteños Tango Suites. Fiquei apaixonada pela temática do hotel e pelo pessoal que trabalha por lá, todos muito simpáticos e prestativos.

viagem-buenos-aires-argentina-malucasepiradas3

Mal chegamos e partimos pra tão famosa Puerto Madero, onde ficam os bares e restaurantes mais badalados. Curtindo uma fumacinha saindo da boca de tanto frio, escolhemos o restaurante Brasas Argentinas que tinha um sistema livre como o Galeria Gourmet, comida a um preço fixo e bebidas e sobremesas a parte. O preço era algo em torno de $86, uns R$43 fazendo a conversão, não foi o mais barato, mas adoramos o lugar. Buenos Aires é um lugar bem barato para se viajar, tanto na passagem aérea, quanto na comida, táxi, passeios e tudo mais, por isso se encontram mais brasileiros do que os próprios argentinos! rs

viagem-buenos-aires-argentina-malucasepiradas4

viagem-buenos-aires-argentina-malucasepiradas5

No dia seguinte conhecemos alguns pontos turísticos como a Casa Rosada, Floralis Genérica (a famosa flor que abre e fecha de acordo com a hora do dia), Shopping Buenos Aires Design, onde tem o Hard Rock, Havanna, bairros de Palermo e Recoleta. Sempre indo a pé nos guiando pelos mapas do iPod ou de táxi que é baratinho demais. Nós não curtimos city tour, gostamos mesmo é de fazer como os moradores fazem mesmo, e assim conhecemos coisas que muitos turistas nunca viram.

viagem-buenos-aires-argentina-malucasepiradas6

A Puente de La Mujer que abre para as embarcações passarem não tem como deixar passar, como muitos pontos de Buenos Aires né?! O museu flutuante, um barco da infantaria argentina do século passado é um passeio muito legal, onde vemos as armas, as roupas e as fotos da época e um precinho bem pequeno: $2.

viagem-buenos-aires-argentina-malucasepiradas7

viagem-buenos-aires-argentina-malucasepiradas8

viagem-buenos-aires-argentina-malucasepiradas9

No dia seguinte fomos ao Museu da Barbie, uma loja inteira rosa com um fusca rosa estacionado na frente. Por dentro tem um salão para as crianças fazerem cabelo, maquiagem e unha, araras de roupas com provador, um quiosque que te serve todo tipo de doce rosa, incluindo cupcake e ao fundo um espaço reservado para festas…tudo enlouquecedor para uma marmanja da geração Barbie! Só eu mesma para enfiar o marido lá dentro! Hahaha.

viagem-buenos-aires-argentina-malucasepiradas10

viagem-buenos-aires-argentina-malucasepiradas11

Claro que depois fui obrigada a ceder a um desejo dele que era visitar o museu do Automóvel, mas que para minha sorte, também curto carros. Conhecendo tudo a pé, fomos até o Jardim Japonês que é O P-A-R-A-Í-S-O, todo tipo de plantas, peixes e construções japonesas reunidas no mesmo lugar, que também conta com um restaurante japonês dentro….ui! Morri!

viagem-buenos-aires-argentina-malucasepiradas12

viagem-buenos-aires-argentina-malucasepiradas13

Depois fomos bater perna na tãããão famosa Calle Florida para as comprinhas, claro! Hahaha. Tivemos que provar o helado de Dulce de leche (sorvete de doce de leite) do Freddo, muito gostoso, mas em pequena quantidade, porque depois enjoa de tão doce. O maior achado de todos é uma loja chamada Fallabela, que tem em toda Buenos Aires; é uma loja enorme com preços atraentes.

viagem-buenos-aires-argentina-malucasepiradas14

viagem-buenos-aires-argentina-malucasepiradas15

viagem-buenos-aires-argentina-malucasepiradas16

O dia seguinte fomos conhecer o Caminito em La Boca, um bairro mais humilde que os taxistas só levam durante o dia por ser uma área mais perigosa. Tudo um charme! Muita cor, restaurantes, barraquinhas e movimento.
Lá fizemos o passeio dentro do La Bambonera, o estádio do Boca Juniors. Um barato para quem nem curte futebol. Esse bairro é legal para tirar aquelas fotos clássicas com o bife de choriço, dançarinos de tango e sósias do Maradona.

viagem-buenos-aires-argentina-malucasepiradas17

viagem-buenos-aires-argentina-malucasepiradas18

O próximo destino foi o Zoo de Lujan, lugar que muita gente não conhece por ficar fora do cidade em 1hora. Fomos de ônibus, partindo da Plaza Once.

Esse zoológico é o máximo porque podemos entrar nas jaulas de absolutamente TODOS os animais. Sabe o que é dar leite na mamadeira para um tigre gigantesco? Pegar um filhote de tigre no colo para fazer carinho? Alimentar os elefantes? Acariciar os leões? É surreal realmente! Vale super a pena, foi um dos passeios que mais gostamos, a pena é saber que os animais ficam dopados para proporcionar boas fotos aos visitantes.

viagem-buenos-aires-argentina-malucasepiradas19

Voltando, passamos no hotel para tomar um banho e nos encasacar mais para irmos até o Cassino, que é um barco, porque nas leis argentinas não é permitido jogos de azar, e por se tratar de um barco, o mesmo não está no continente…é….é um pensamento meio imbecil, mas enfim….rss…o Cassino é lindo por dentro. Perdemos dinheiro e então desistimos, melhor ter sorte no amor mesmo! Hahaha

Infelizmente no dia seguinte tivemos que voltar. Para mim, como toda viagem, a volta é triste então essa parte eu não conto! rs

Dicas:

Ayres Porteños Tango Suites – Chacabuco 615, San Telmo.
Zoo de Lujan – Cidade de Lujan, ônibus saindo da Plaza Once.

Viajar para Buenos Aires é bem barato. A passagem custa em média R$ 600 por pessoa pelos 2 trechos e comer, se deslocar, entrar nos museus, tudo é super em conta, não tem como não conhecer. Para quem não tem tanta grana é uma ótima opção, ainda mais sabendo que dá para ir ao Uruguai de buquebus, essa eu conto no próximo post, aguarde! ;P

Bjobjobjo

 

●●● ●●● ●●●

Veja o meu roteiro e tire ideias!
➜ Oferecemos consultoria completa para viagem a Orlando + Las Vegas + NY e Miami
➜ Armazenamento de encomendas, malas e transfer de malas com a M&P Imports. Veja como aqui!
➜ Mais informações sobre envio pro Brasil e dia de compras aqui!
➜ Todas as informações e pulos do gato. Veja aqui!
➜ Assista a todos os vídeos que fiz na Flórida, enquanto turista, aqui!

  • Cristiane

    Ai ai!!!
    Sem comentários!!! Buenos Aires é mara!!! =)
    Quero muito voltar para visitar e fazer o que ficou faltando!
    Graças a Deus quando fomos, ficamos uns 7 dias e deu pra conhecer quase tudo… só os passeios mais longos e para fora da cidade que não deu pra fazer! Mas nada que não se possa voltar para completar a viagem!!! =D

  • Eu simplesmente A-M-O Buenos Aires!!! Já fui pra lá duas vezes, e iria mais mil vezes!!! Sempre tem algo novo pra curtir!!! O que mais me chamou atenção nesse post foi o sorvete FREDDO,hummm, que é SENSACIONAL, e mto barato!!! Pra mim é o melhor sorvete!!!! Ótimo destaque Aline!!!
    Bjoss

  • Aline Rezener

    Meninas, amei os comentários! 🙂
    Vocês não sabem o quanto é bom pensar em um assunto para escrever e fazer isso com todo o carinho e ter esse retorno! Obrigada mesmo!

    Úrsula, também fui duas vezes e na segunda estiquei até o Uruguai…estou preparando esse post também! rs
    Aliás, adorei o Cherry!

    Mande e-mail pro blog para conversarmos melhor! contato@malucasepiradas.com.br

    Bjão!

  • Amei, com certeza, qdo puder, irei a Buenos Aires !!!

  • Pingback: Buenos Aires e Colônia del Sacramento no Uruguai – Malucas e Piradas()